Forave aposta em formação ERASMUS +

Num primeiro trimestre em que alunos e professores prepararam os trabalhos a apresentar nas mobilidades de intercâmbio a realizar em 2023, a formação ERASMUS + de staff e alunos dominou as mobilidades europeias da FORAVE.

O ano letivo iniciou-se com os estágios em Palma de Maiorca, Espanha, de um grupo de alunos recém-diplomados dos cursos profissionais de Gestão, de Eletrónica, Automação e Comando, de Qualidade Alimentar e de Manutenção Industrial, que tiveram a oportunidade de aplicar e desenvolver, em contexto de trabalho internacional, os conhecimentos adquiridos ao longo dos três anos de formação e de desenvolver ainda as suas competências interculturais e linguísticas. Também os alunos do 2.º ano do Curso Profissional de Gestão e de Transformação de Polímeros/Eletrónica, Automação e Comando tiveram a oportunidade de realizar o seu estágio profissional em Aguilar de Campoo, Espanha.

A melhoria da prática pedagógica e de conhecimentos, competências e qualificações técnicas e transversais é parte integrante do Plano de Formação ERASMUS + estabelecido pela direção da FORAVE, pelo que vários elementos do staff participaram, em Espanha e França, nas formações “Digital Turn: How to make your school more digital?”, “Positive Education for Well-Being and Life-Skills Development” e “Social and Emotional Learning (SEL) in Successful Schools”.

No âmbito do projeto “Hybrid Learning Lab for Industry 4.0 Mechatronics”, quatro docentes participaram, na Polónia, em atividades de formação na metodologia CLIL (Content and Language Integrated Learning) e em visitas a empresas locais com o objetivo de desenvolver uma Learning Unit que alinhe o ensino profissional, no domínio da mecatrónica, com as necessidades do mercado de trabalho no contexto da indústria 4.0, procurando desenvolver nos alunos as competências-chave necessárias para a sua participação ativa no mercado de trabalho.

Por sua vez, no projeto “Shape the future teacher”, três docentes tiveram, durante o encontro em Beaune, França, formação em várias ferramentas e plataformas digitais, que partilharão com os alunos no âmbito de módulos sobre “Ambiente e Sustentabilidade”.

A FORAVE aposta também na formação internacional dos seus alunos pelo que proporcionou, neste 1.º trimestre, um período de formação na Estónia e na Espanha, a duas turmas finalistas de Eletrónica, Automação e Comando e de Gestão. Durante dez dias, alunos e professores da FORAVE participaram em aulas técnicas, visitas de estudo a empresas e workshops relacionados com a preparação dos alunos para a entrada no mundo do trabalho, desenvolvendo, ao mesmo tempo, competências transversais, interculturais e linguísticas.

Os projetos em que a escola está envolvida continuaram os seus trabalhos. pelo que elementos do staff participaram, em Valência, Espanha, em mais uma reunião de trabalho com parceiros do projeto Career Pathways, que tem como foco a formação de perfis adequados aos desafios globais da indústria e o desenvolvimento de percursos de carreira adequados às mudanças que ocorrem no mercado de trabalho, decorrentes da Digitalização e da Economia Verde.

O trimestre encerrou com o Evento Multiplicador do projeto “ERASMUS + We R Open – An educational approach for digital upskilling of Teaching, Managerial and Administrative staff of VET Schools”. Desenvolvido com parceiros de escolas profissionais e entidades de formação de Itália, Espanha, Grécia e Chipre, sob a coordenação da FORAVE, o projeto tem como objetivo desenvolver um conjunto de ferramentas online que permitirão apoiar as instituições de ensino e formação profissional no seu processo de digitalização e desenvolver ações e programas necessários ao staff docente e administrativo no seu esforço de requalificação de competências digitais e comunicacionais. Durante o evento, foram partilhados os dois resultados intelectuais do projeto. O Toolkit Online “Salas de aula VET”, um repositório de ferramentas e recursos educativos online para professores e formadores, e o Curso E-learning para staff administrativo e de back-office, organizado com o objetivo de colmatar falhas nas competências digitais do staff administrativo e de gestão. Estas ferramentas terão a sua versão final do mês de dezembro e serão partilhadas no site do projeto (weropen-project.eu) para serem utilizadas, de forma gratuita, por todas as escolas profissionais.


source
Esta nocicia pode ser lida em www.onoticiasdatrofa.pt – Clique em source para ler mais

Veja também...

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização